Mauá tem jeito

Por Portal Opinião Pública 13/02/2020 - 12:15 hs

Quando eu afirmo que Mauá tem jeito, sinto um certo descrédito. Postei no Facebook Mauá 5 Estrelas, e  o descrédito foi ainda maior.

Então, resolvi mostrar um exemplo que todos podem pesquisar.

Em 2013, Medellin, cidade na Colômbia que era considerada uma das piores cidades do mundo, foi eleita a “Cidade do Ano”.

Toda a reconstrução de Medellín foi com uma administração de inovação, reunindo inteligências de pessoas capacitadas e empresas com tecnologia.

E juntos tomaram uma série de iniciativas para a cidade e com esforço e foco para empregar a tecnologia nas soluções de seus problemas, como segurança pública, saúde, educação, transporte, geração de renda e meio ambiente. Foi o esforço e determinação de transformar a vida da população e da vida da cidade e também mudar a reputação.  Hoje é reconhecida como uma cidade modelo.

A explicação para o sucesso está no gerenciamento da política pública e na combinação de coisas que tem que andar juntas, como gestão e administração com capacitação. Em Medellin houve uma severa auditoria e com aplicações de medidas severas de correção, de outro lado foram criados programas sociais que oferecem uma porta de saída para todos, com capacitação profissional, para garantir renda e apoio psicológico e social — além da presença tanto da administração pública quanto da iniciativa privada e organizações não governamentais.

Neste momento a cidade passou a contar com mais inteligência e investir na coleta e na sistematização de dados sobre a situação social nas comunidades e população em geral e assim, identificando parceiros com o mesmo interesse.

Então, quando eu digo que dá para mudar Mauá, que Mauá pode ser 5 estrelas, temos que acreditar. 

Condi do Pólo trabalhou por 45 anos no Pólo Petroquímico e conta no Jornal Opinião Pública essa experiência de décadas