Vereador Irmão Ozelito protocola requerimento para o secretário de Transporte do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy, sobre o “Expresso Educação”

Por Portal Opinião Pública 13/02/2020 - 12:00 hs

O vereador Irmão Ozelito protocolou, através do seu gabinete, o requerimento nº 144/2020, onde solicita ao secretário de Transportes do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy, uma explicação sobre os trajetos recém inaugurados pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) do chamado “Expresso Educação”.

Segundo o vereador, a iniciativa é muito boa, porém atende apenas a estudantes de determinadas regiões, como São Caetano do Sul e Santo André, no Grande ABC. No documento, o parlamentar traz informações técnicas sobre o número de estudantes das cidades de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, que representam cerca de 3% de um total de 89 mil estudantes matriculados em todo o ABCDMRR.

No requerimento, o parlamentar questiona o secretário sobre as ausências de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra na rota do “Expresso Educação”, visto que essas regiões contribuem para o progresso do Estado, tanto na área da indústria quanto no setor de desenvolvimento profissional por meio das diversas faculdades e universidades existentes na região.

Sobre o requerimento, o vereador Irmão Ozelito comentou. “Devemos trabalhar para que o progresso da nossa cidade seja abrangente e inclusivista. O ‘Expresso Educação’ favorece apenas um determinado grupo de estudantes e não podemos permitir isso sem que haja uma explicação técnica que esclareça aos moradores destas regiões, em especial aos moradores da minha querida cidade de Mauá”.